Eleições 2014

Professor Paulo apresenta dados sobre a desigualdade ecônomica em Juazeiro


Esta semana, o presidente do PSOL de Juazeiro, conhecido como professor Paulo do Geo, foi ao Programa Bastidores da Notícia, apresentar dados sobre uma pesquisa onde apresenta um número de 26 mil famílias juazeirenses cadastrados no Programa Bolsa Família do Governo Federal. Ele informa que mais cinco mil estão para entrar no programa e quatro estão na lista de espera, evidenciando que Juazeiro é um município eminentemente pobre.

Outro questionamento é sobre a verba carimbada do programa, cujo objetivo é capacitar os usuários. “Como estão sendo utilizados os R$ 50 mil mensais disponibilizados pelo Programa Bolsa Família para capacitar e preparar estas famílias a auto-sustentabilidade?”, questionou.

Professor Paulo pontuou que a renda per capta do município de Juazeiro é de R$ 405 e que há um hiato na realidade econômica do município. “Os ricos ganham 34 vezes mais do que os mais pobres em Juazeiro”, salienta frisando o quantitativo de renda dos mais pobres de R$ 255 mensais.

Quando o radialista Farnésio Silva tocou em assuntos políticos partidários. Paulo foi firme ao confirmar que o partido lançará candidatos a prefeito e vereadores e que a política de governo será baseada na Educação e quem tiver afinidades programáticas com o PSOL poderá agregar ao partido. “O PSOL é um partido programático e não pragmático”, atentou.

Acompanhando o companheiro de partido, Jayme Badeca acrescentou que ” é preciso blindar a administração pública em Juazeiro contra os efeitos que não contribuem para o desenvolvimento do município”.

Os dois fizeram críticas ferrenhas às administrações anteriores, e também a atual e apontaram que a cartografia do município não contribui para o crescimento econômico da cidade e consequentemente atinge os outros setores.

Por Mônia Ramos


 

Previous post

Prefeito anuncia segundo abono salarial de 2011

Next post

Obras a todo vapor no Terras Alpha Petrolina

No Comment

Leave a reply