Saúde

REDUTORES DE DANOS DE PETROLINA REALIZAM AÇÃO NA ILHA DO RODEADOURO

blogqspredutoresdedano0Membros da Escola de Redução de Danos de Petrolina realizarão neste sábado(16), uma intervenção educativa na Ilha do Rodeadouro.

O grupo de redutores, que conta com profissionais de saúde e da área de assistência social, atua no sentido de reduzir os danos causados pelo comportamento sexual, o uso abusivo de álcool, cigarro e outras drogas, além de informar à população sobre os riscos desse abuso e sobre os serviços de saúde disponíveis no município.

A Escola conta com 18 redutores de danos, que divididos em cinco grupos, atuam em vários pontos do município, como o terminal rodoviário, a Praça das Algarobas e outros locais, onde a equipe verificou a existência de pontos de prostituição e uso de drogas. “Nós somos, principalmente, orientadores. Não trabalhamos para impedir que as pessoas usem drogas, mas para reduzir os riscos do uso”, explica a redutora Valdívia Rodrigues, agente comunitária de saúde e redutora do grupo Ação pela Vida, que atua na Praça das Algarobas e na Ilha do Rodeadouro.

Na intervenção deste sábado, além orientar os frequentadores da Ilha sobre a importância do uso do protetor solar e da hidratação, a equipe disponibilizará preservativos e material informativo sobre o uso abusivo e dependência de álcool e outras drogas, o perigo da combinação bebida e direção, etc. “Nessas visitas, sempre aproveitamos para informar à comunidade sobre os serviços de saúde disponíveis no município e a comunidade se torna multiplicadora, levando essas informações para os amigos, parentes e vizinhos”, conta a técnica da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEDEST), Cleidemar Coelho.

A Escola de Redução de Danos é um projeto da Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina, aprovado pelo Ministério da Saúde. Todos os redutores passaram por um período de capacitação, antes de iniciar as atividades práticas nas ruas do município. Inicialmente, o grupo vem realizando a identificação dos pontos de uso de drogas e prostituição e sensibilizando os usuários, parte da estratégia da redução de danos. “Primeiro, nós conhecemos o espaço e em seguida sensibilizamos os usuários para conquistar a sua confiança e fazer nossas intervenções”, informa a psicóloga Poliana Cruz.

Previous post

EDUARDO CAMPOS SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE LULA FOR O ADVERSÁRIO

Next post

Sento Sé: água ou suco de lama?

thiago

thiago

1 Comment

  1. Waldiane Mororó
    19 de agosto de 2013 at 15:03 —

    Somos da Rede de Saúde Mental de Sobral e estamos em processo de implantação da Escola de Redutores de Danos. Gostaríamos de receber informações sobre como foi o processo de implantação do projeto e conhecer o trabalho de vocês.Quais as dificuldades encontradas e as experências bem sucedidas.

Leave a reply