Meio AmbienteMobilidade

DNIT E MARINHA ALERTAM PARA OS PERIGOS DA NAVEGAÇÃO NO TRECHO ENTRE PIRAPORA-MG E PETROLINA-PE E JUAZEIRO-BA; E DE PIRANHAS-AL A FOZ DO SÃO FRANCISCO

Por G1 Petrolina

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) lançou uma portaria que traz recomendações de segurança para navegação do Rio São Francisco. O alerta é para os trechos entre Pirapora- MG até a cidade pernambucana de Petrolina e Juazeiro, na Bahia e de Piranhas-AL até a foz. A orientação é que as embarcações sejam conduzidas em baixa velocidade para evitar acidentes, até que as vazões, que foram reduzidas com a seca, sejam novamente restabelecidas.Segundo a Marinha do Brasil, que está trabalhando junto ao DNIT para divulgar a recomendação, nos últimos dias têm ocorrido o encalhe de barcas que realizam a travessia entre Petrolina-PE e Juazeiro-BA. Também foi observado que houve o surgimento de bancos de areia nas proximidades da Ilha do Rodeadouro, também na região do Vale do São Francisco.

“Cautela redobrada, atenção redobrada e redução da velocidade. Essa portaria, ela foi criada com o intuito de aumentar a segurança dos navegadores tendo em vista a estiagem histórica que o rio vem sofrendo. Já são seis anos com chuvas abaixo da média e isso tem causado uma redução no nível do rio significativa”, ressalta o capitão da Marinha, Silvio Miranda.

Barquinha no Rio São Francisco
Barquinha no Rio São Francisco (Foto: Yuri Matos/G1)

De acordo com o capitão, alguns pontos estão mais críticos como é o caso da Ilha do Rodeadouro. “Principalmente nas proximidades da Ilha já se observa a presença de bancos de areia, algumas pedras. E então principalmente o navegador deve ter muita cautela e reduzir a velocidade e navegar com extrema segurança”, explica.

Barragem de Sobradinho, norte da Bahia
Barragem de Sobradinho, norte da Bahia (Foto: Reprodução/ TV São Francisco)

No dia 29 de maio deste ano, a vazão do lago artificial de Sobradinho, na Bahia, foi reduzida para 600 m³/s. A menor de toda a história do reservatório. Com um volume menor de água sendo liberado, o rio fica mais seco.

Além disso, a Marinha informou que o balizamento fixo e o flutuante foi implantado no rio São Francisco com a vazão média de 600m³/s, a partir da cidade de Pirapora-MG. Já para o trecho Sobradinho-BA/Juazeiro-BA/Petrolina-PE e no trecho da cidade de Piranhas-AL até a foz, não houve implantação de sinalização náutica. Desta forma, é preciso ter cautela na navegação

Previous post

OPERAÇÃO "NAVALHA NA CARNE" FAZ PRISÕES EM PETROLINA, DORMENTES E AFRÂNIO

Next post

PARECER DO CONSELHEIRO RANILSON RAMOS DO TCE FAZ QUATRO RECOMENDAÇÕES SOBRE AS CONTAS DE PAULO CÂMARA

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image