PolíciaViolência

PERNAMBUCO VIVE EM ESTADO DE GUERRA CIVIL: MAIS DE 5 MIL ASSASSINATOS EM 2017. MAIOR ÍNDICE DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Entre janeiro e novembro deste ano, foram contabilizados 5.030 assassinatos. Marca é a mais expressiva desde 2007, quando foi criado o Pacto pela Vida para diminuir o número de Crimes Violentos Letais Intencionais.

Com os 456 assassinatos contabilizados em novembro de 2017, o estado de Pernambuco ultrapassou a marca de cinco mil homicídios cometidos em menos de um ano. Ao todo, 5.030 pessoas foram assassinadas no estado entre os meses de janeiro e novembro, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) ontem (15). A estatística é a maior em uma década de Pacto pela Vida, programa instalado pela administração estadual em 2007 para diminuir o número de mortes violentas no estado.

Em 2016, o estado somou 4.479 homicídios cometidos entre janeiro e dezembro. Em 2017, até novembro, foram 551 assassinatos a mais do que no ano anterior. Em relação aos 3.889 homicídios registrados em 2015, o ano de 2017, mesmo sem ter terminado, já soma 1.141 assassinatos a mais.

Dos 456 homicídios registrados em Pernambuco em novembro de 2017, 60 ocorreram na capital, 126 na Região Metropolitana do Recife e outros 270 no interior, correspondendo a uma média estadual de 15,2 assassinatos por dia. O número total de homicídios em novembro é o maior desde maio deste ano, quando foram contabilizados 457 assassinatos no estado.

Entre os meses de maio e novembro de 2017, foram registrados 2.992 homicídios em Pernambuco. Nesse período, o principal motivo dos assassinatos envolveu drogas e entorpecentes, representando 27,5% desse total. Em segundo lugar, está o “acerto de contas”, que representa 21,6% das motivações dos homicídios nesse período.

Até novembro de 2017, a capital pernambucana foi o município que registrou o maior número de homicídios ao longo do ano. Em 11 meses, foram 730 assassinatos. Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, contabilizou 364 no mesmo período. Já as cidades de Caruaru e Petrolina, no Sertão, tiveram 248 e 122 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais, respectivamente.

Há, ainda, localidades em que não houve nenhum homicídio em 2017. É o caso das cidades de Cumaru e Salgadinho, no Agreste, e Ingazeira, no Sertão. No arquipélago de Fernando de Noronha, também não houve nenhum registro de homicídio ao longo do ano.

‘Estamos trabalhando muito’, diz governador – Durante uma coletiva de imprensa, antes da divulgação das estatísticas dos homicídios, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que os números de assassinatos reduziram ao longo do ano e relembrou o reforço de 1,5 mil policiais nas ruas do estado, feito ao longo de 2017.

“Estamos trabalhando muito e vamos finalizar 2017 numa situação melhor do que começamos o ano. Temos certeza que 2018 vai ser um ano que a gente vai poder, efetivamente, trazer resultados mais satisfatórios porque somos incansáveis nesse trabalho de melhorar a segurança de Pernambuco e trazer a paz aos pernambucanos”, destacou.

Previous post

COMUNIDADE DO JARDIM SÃO PAULO COMEMORA ANDAMENTO DAS OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO

Next post

HOJE É O PONTO ALTO DAS COMEMORAÇÕES DO ANIVERSÁRIO DE GONZAGÃO COM REALIZAÇÃO DA MISSA EM EXÚ

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.

No Comment

Leave a reply