Administração

E AGORA?CURSOS TÉCNICOS DEIXAM A DESEJAR EM PETROLINA

Enquanto a formação deixa a desejar, as exigências do mercado aumentam. Por conta disso,estudantes de cursos técnicos em Petrolina, procuraram a redação do Blog @língua, para contar as agruras que estão passando  em sala de aula. Segundo os alunos de três cursos na cidade, os proprietários dos cursos técnicos  , tem a preocupação visada somente  no lucro. Com mensalidades que vão de R$ 180, 00 a R$ 570, oo, os estudantes se queixam que para ter uma sequencia de aulas satisfatórias, eles precisam até comprar suprimentos para  que as aulas continuem.

“Estou à poucas semanas do curso de enfermagem  oferecido por uma entidade de curso técnico na cidade  e já estou descontente, pois estou percebendo que o que vendem para o público é o sonho de adquirir uma profissão técnica, mas pelo andar da carruagem vejo que não é bem assim”, desabafo de Kátia Amanda liberato, estudante do curso ténico de enfermagem de Petrolina.

Para baratear os cursos, muitos empreendedores , fazem contratos com professores inexperientes e que apenas sabem noções básicas  de cada matéria. A grita é geral por parte dos alunos que pedem a ajuda de autoridades, para que façam visitas aos estabelecimentos  para saber o que de fato vem acontecendo.

“Não quero desmerecer os professores, mas parece que a entidade de ensino que estudo  ,  tem visado só o lado dela priorizando melhor custo e benefício, ou seja, o lucro e a vantagem acima de tudo, acima dos anseios, necessidades e sonhos dos alunos”, disse Carla Amancio da Silva, também estudante e que cursa Radiologia técnica em petrolina.

“Expus junto à coordenação do curso o meu descontentamento em ter disciplinas, que creio eu,  serem importantes para quem quer focar a técnica em análises clinicas, uma vez que o curso é TÉCNICO, e a minha expectativa quando entrei, que era ter professor em sala de laboratório apto para ensinar , sobre coleta de material, como tratar o paciente, manejo de organicos  e sangue, que são a base de um curso com a nomenclatura de análises  clínicas. Claro que não dispensaria aula de ética e noções de biosegurança. Só que estão fazendo  o inverso, estão priorizando a parte teórica para sairmos do curso não técnicos, mas apenas com uma RELES NOÇÃO dos quesitos básicos da Análise’, disse Maria das dores Peixoto, aluna de análises clínicas em Petrolina.

Cauby Fernandes

Previous post

PAVIMENTAÇÃO DA 2ª ETAPA DA RUA IMPERATRIZ LEVA MAIS MOBILIDADE URBANA PARA O ARGEMIRO

Next post

PROGRAMA "CONSTRUINDO UM NOVO TEMPO NA SAÚDE" LEVA ATENDIMENTO MÉDICO A MORADORES DO PROJETO MARIA TEREZA EM PETROLINA

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image