ArtigoManifestação

POLÊMICA NA CÔRTE DO REI MOMO DE JUAZEIRO COM PRINCESA DENUNCIANDO ‘INJÚRIA RACIAL’

ELEITA EM CONCURSO, PRINCESA DO CARNAVAL DE JUAZEIRO DENUNCIA JURADO POR INJÚRIA RACIAL APÓS DISCUSSÃO EM BAR

Glauber nega que tenha agredido a jovem. Ainda conforme Thaise, amigos do rapaz, que estavam com ele no momento, puxaram ele para fora da confusão. “Aí ele disse que, se eu não saísse dali, ele ia dar um murro na minha cara. Chamei ele de ridículo várias vezes e não gritei, por isso a situação não se alastrou. Ele tentou me humilhar em público”.
Thaise registrou queixa da agressão e ameaça na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Juazeiro, na segunda-feira (22). De acordo com a polícia, o caso está sob investigação e as partes vão ser chamadas para prestar depoimento. “Ele foi esperto e me chamou para um canto onde não tinha quase ninguém, mas algumas pessoas viram toda a cena e disseram que eu posso contar com elas, como testemunhas do caso”, disse Thaise.
Homofobia
Procurado, o jornalista Glauber Dantas enviou uma nota, que já havia sido publicada por ele nas redes sociais, onde conta a versão para o caso. Ele relata ter sido surpreendido “com uma avalanche de acusações falsas proferidas pela vencedora do terceiro lugar”, no concurso de rainha do carnaval de Juazeiro. De acordo com Glauber, Thaise o abordou em um restaurante, de forma agressiva e exaltada, por estar insatisfeita com o resultado do concurso. Ele disse também que ela usou termos “chulos” com relação à orientação sexual dele, como tentativa de desqualificá-lo. Thaise nega a acusação.
“Apesar do constrangimento público que sofri, tentei manter o equilíbrio diante das palavras ofensivas proferidas pela atriz e apenas reagi, dizendo a ela que era digno aceitar uma derrota e que a atitude de revolta da mesma, revelava um espírito imaturo e desequilibrado”, conta o jornalista. Ainda conforme Glauber, Thaise o acusou de receber “propina” da gestão municipal para manipular o resultado do concurso, em favor da candidata eleita a rainha do carnaval. Thaise não comentou sobre a acusação. Sobre a denúncia de que teria cometido injúria racial, ele foi enfático: “Tenho minha consciência tranquila de que em nenhum momento proferi qualquer termo que caracterize injúria racial, porque sou um combatente de qualquer forma de preconceito e discriminação. Não cometi nenhum crime e disso sou convicto. Não sou racista, afirmo categoricamente e provo com atitudes”.
Glauber contou também que, assim como Thaise, está adotando as providências legais sobre o caso.
Redes sociais
Jornalista publicou nota sobre o caso nas redes sociais (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)
Conforme Thaise, o jornalista tem usado as redes sociais como forma de se vitimizar sobre o ocorrido.
“Ele fica querendo posar de vítima. Quando alguma pessoa que me conhece, me defende nos comentários da publicação dele, ele simplesmente apaga os comentários. Fez um texto dizendo que eu sou homofóbica e inventando coisas que não fiz, para dizer que eu não me conformo com o resultado. Eu denunciei ele, porque ele está tentando me calar e eu não aceito isso”, pondera. Thaise disse que, antes do acontecido, os dois não tinham uma má relação. “Nunca pensei que ia passar por isso, porque ele é uma pessoa que eu admirava e já disse isso a ele em vários momentos. Agora a admiração acabou, mas eu não tenho medo”, concluiu.
Por G1 BA
Previous post

RENDA DO 20º BAILE MUNICIPAL DE PETROLINA SERÁ DESTINADA A APAMI

Next post

RITMO DOS SERVIÇOS NAS OBRAS DA TRANSPOSIÇÃO CONTINUA A "PASSO" DA TARTARUGA

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.

No Comment

Leave a reply