JustiçaPesquisa

TRÊS ELEITORES DE JUAZEIRO FORAM CONDENADOS A PAGAR R $ 53 MIL POR DIVULGAÇÃO DE PESQUISA FALSA NA ELEIÇÕES DE 2016

O Tribunal Regional Eleitoral, através do juiz Roberto Paranhos Nascimento, da 47ª Zona Eleitoral, decidiu condenar três pessoas pela divulgação de pesquisa falsa nas eleições de 2016. A ação, na época, foi movida pela coligação do atual prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim,.
Vitória Regia Bandeira, a filha do ex-prefeito de Juazeiro, Joseph Bandeira, Waltermario Pimentel e Gil Figueiredo foram condenados a pagar multa de R$ 53.205,00, conforme previsto no artigo 33, inciso 3º, da Lei 9.504/1997.
Os três foram indiciados por suposta divulgação de pesquisa eleitoral fraudulenta no dia 01 de setembro de 2016, véspera das Eleições, por intermédio das redes sociais WhatsApp, Facebok e Instagram.
Os acusados confessaram a divulgação da pesquisa, mas alegaram não ter conhecimento do caráter fraudulento da mesma, mas o TRE chegou a conclusão que os quatro realizaram a divulgação “com o nítido proposito de favorecer um dos candidatos, inclusive com a utilização indevida de notório instituto de pesquisa nacional, no caso, o IBOPE”.
Joseph Bandeira e sua coligação não foram indiciados tendo em vista que inexiste qualquer indicio que indique, ainda que por via indireta, a autoria da divulgação em relação aos referidos representados
Previous post

PARA 71%, EXÉRCITO NO RIO NÃO FEZ DIFERENÇA SOBRE VIOLÊNCIA, DIZ DATAFOLHA

Next post

LULA EM SC: "VAMOS DAR PORRADA SE NÃO NOS RESPEITAREM"

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.