Política

EM CAFÉ DA MANHÃ PARA CENTENAS DE SEGUIDORES E IMPRENSA REGIONAL LOSSIO E ESPOSA LANÇAM E PRÉ-CANDIDATURAS

AP – Falando para uma plateia de mais de 500 pessoas, o pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Júlio Lossio (REDE) abriu as portas de sua casa para um café da manhã neste domingo (20) para amigos e imprensa. Este foi o primeiro ato político realizado em Petrolina que credenciou também a sua esposa, Andréa Lossio (REDE) como pré-candidata a deputado estadual.

“O que se vê em Pernambuco é uma máquina que descarrilhou, e temos que colocar nos trilhos para retornar o desenvolvimento. O Vale do São Francisco precisa de uma estimulo para a fruticultura nas áreas irrigadas, temos o Araripe que tem um potencial gigantesco na área do gesso, na região metropolitana estamos vendo o inchaço das cidades. A desorganização urbana é grande devido a falta de regularização fundiária, as mães sentem falta de creches. Hoje, 150 mil jovens se matriculam em ensino fundamental, e aí quando chega no terceiro ano, apenas 90 saem, quer dizer, a cada ano perdemos 60 mil jovens”, lamentou

Lossio foi questionando sobre aproximação política com a pré-candidata ao governo Marília Arraes (PT) que está prestes a ser rifada pela direção da legenda devido a uma possível  aliança com Paulo Câmara. “A direção do partido tem dialogado com todos os partidos convergentes no Recife, conversei com ela, e evidentemente estamos tendo um bom dialogo. O PT tem um problema particular, e não cabe a nós dizer qual caminho. Estamos de portas abertas para conversações e negociações com outros partidos”. Sobre a possibilidade da retirada da pré-candidatura de Marília o que poderá beneficiá-lo, Lossio afirmou que: “acho que o raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Eu torço para que ela seja candidata porque o debate ficará melhor”.

Julio Lossio enfrentará um problema muito sério que é o pouco espaço no horário eleitoral de rádio e televisão. “Teremos que traçar uma estratégia procurando as mídias sociais como se fosse um corpo a corpo digital, porque é impossível abraçar 7 milhões de habitantes. E com a redução do tempo de campanha ficou mais difícil para quem não tem sobrenome conhecido na política pernambucana. Outro espaço que temos é buscar o rádio, inclusive as rádio comunitárias”.

Esta semana foi publicado matéria na Folha de São Paulo sobre a possibilidade de desistência da pré-candidatura de Marina Silva. Diante do fato, Lossio classificou como “fake’ promovidos pelos opositores. Tanto eu, como Marina estamos trabalhando pelo enfrentamento dos fakes, e acredito no que ela me disse, se mostrando muito animada neste momento em que o país está dividido entre o que o pessoal diz entre coxinhas e petralhas colocando estas coisas aí, e ela vem para tentar unir as pessoas. Existe pessoas boas em todos os partidos, ninguém pode satanizar. O Brasil perdeu muito a noção de partido porque se misturou e abriu muito, não foi criado critérios de avaliações então isso se criou uma verdadeira zona eleitoral”.

Lossio aproveitou do momento para fazer desabafo contra seus adversários

Ele aproveitou do momento para dá uma alfinetada em seu opositor Fernando Bezerra. “Quando decidi fazer a nova caminhada busquei o partido mais limpo do Brasil. A conversa para entrar no partido começou aqui em Petrolina, não fui para Brasília tomar partido de ninguém”. Indiretamente, ele frisou possíveis casos de perseguições a funcionários da prefeitura por parte do grupo opositor. “Vejo aqui as sementeiras, algumas inclusive com medo de sair na foto para não serem demitidas”. Ele relatou o sofrimento, constrangimentos e humilhações  que os funcionários da prefeitura sofriam antes dele assumir. “Antes de assumir ninguém da Prefeitura comprava fiado no comercio da cidade. Ninguém fazia crediário em nome da prefeitura porque não sabia a data que recebia. Nós criamos o calendário de pagamento, e nunca em 8 anos os salários atrasaram. O pagamento sempre era depois do dia 30”.

Lossio ainda fez criticas a um suposto questionamento sobre a sua determinação de ser pré-candidato ao Governo de Pernambuco sendo do interior. “Me perguntaram se eu queria ser governador de Pernambuco, eu disse que sim. E ainda perguntaram: Mas Eduardo? Então perguntei: Eduardo foi prefeito de Onde? Qual foi o cargo importante que ele ocupou antes de ser governador? Pois para mim foi o pior secretário de governo de Pernambuco. Ele foi um dos melhores governadores, mas como secretário foi péssimo. Atrasou salários, se envolveu em problemas dos precatórios, e tantos outros. Mas como diz o ditado: ‘Na morte tudo finda’, porque não se pode criticar a quem não pode se defender”, concluiu.

Previous post

BOM DIA

Next post

QUIROPRAXISTA FALA DOS BENEFÍCIOS DA TERAPIA NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO, MUSCULAR E ESQUELÉTICO

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.