AdministraçãoMeio Ambiente

EVENTO CULTURAL MARCOU INÍCIO DA META 1 DO PARQUE FLUVIAL DE JUAZEIRO

Marcada pela alegria e animação dos alunos da rede municipal de ensino, a solenidade do lançamento da Meta 1 – Educação Ambiental, do Parque Fluvial, contou com apresentação cultural, stand com exposição de projetos educacionais voltados para a preservação ambiental e a musicalidade do compositor juazeirense Mauricio Cordeiro (Mauriçola). A obra é executada pela Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), e nesta fase conta com colaboração da secretaria de Educação e Juventude (SEDUC).

A Meta 1 tem como objetivo a realização de atividades educacionais voltadas para o meio ambiente, como estratégia para envolver a população a partir do conhecimento sobre a orla fluvial do rio São Francisco e sua importância ambiental e socioeconômica, necessárias para a implantação do Parque Fluvial.

Presente no lançamento, o prefeito ressaltou a integração da gestão e a importância das ações. “A obra do Parque Fluvial vem de um projeto muito bem elaborado pelos profissionais da Secretaria de Obras, e traz uma etapa totalmente voltada para a educação ambiental, pois entendemos que a população precisa desenvolver o sentimento de pertencimento para que depois do equipamento pronto nos ajude a preservar e conservar. Estamos acompanhando o desenvolvimento das obras e trabalhando para entregar o mais rápido possível para o povo de Juazeiro uma nova opção de lazer. E o melhor: uma área antes vista como degrada ambientalmente, completamente, recuperada”, declarou o prefeito Paulo Bomfim que durante o evento fez questão de plantar a primeira muda (de uma catingueira) e dar início ao replantio da vegetação nativa na área.

Para o engenheiro Agrônomo e gerente de Meio Ambiente da Prefeitura de Juazeiro, Hudson Duarte, o trabalho proposto pela Meta 1 deve ser considerado o mais importante em todo o Parque, “pois além das atividades educacionais tem a parte da recuperação da área degradada, ou seja, ajudar a regenerar um área que perdeu suas características naturais, como a cobertura vegetal e biodiversidade características e isso será feito com o replantio de mudas nativas e outras ações em parte da Margem do nosso Velho Chico que é hoje o nosso bem mais precioso”, observou o engenheiro agrônomo.

O compositor juazeirense Mauriçola participou do evento levando sua musicalidade traduzida em composições alusivas ao Rio São Francisco e ao meio ambiente. “Muito bacana a implantação do Parque Fluvial com o trabalho de conscientização, de preservação não só do meio ambiente, do Rio São Francisco, mas também da própria obra. É um conjunto de ações que promove a valorização de uma área que vai proporcionar lazer, encontros de futuras gerações. A questão cultural é muito importante e o projeto traz várias ações com esse mote: a escolha de um mascote, a produção de um jingle, a música com conteúdo e contexto pode levar a comunidade em geral ao interesse pela preservação e tudo isso tendo como inspiração o Rio São Francisco, Juazeiro, a Bahia”, enfatizou Mauriçola.

A diretora de formação da SEDUC, Cristine Hermenegildo, representou a secretária de Educação Lucinete Alves no evento e pontuou as ações que serão desenvolvidas pela equipe da secretaria dentro da Meta 1. “Dentre as ações que iremos desenvolver junto à comunidade estudantil estão os Concursos Pedagógico-Culturais para eleição da Mascote do Parque, criação de um jingle e também de um game. Estamos finalizando o edital do concurso da Mascote que deve ser publicado nos próximos dias”, destacou a diretora.

O titular da pasta de Obras e Desenvolvimento Urbano Anderson Alves, que acompanhou o prefeito durante toda a solenidade falou sobre a importância da educação ambiental dentro de uma obra como essa. “Com a união da comunidade e a gestão municipal teremos um Parque Fluvial bem cuidado e preservado. Durante todo o andamento da obra as atividades educacionais e sociais acontecerão para fortalecermos essa parceria que só traz benefícios para a nossa cidade. Quero agradecer a todas as secretarias municipais parceiras que tem nos ajudado incansavelmente a construir esse importante sonho do povo de Juazeiro”, concluiu Anderson Alves.

O evento contou ainda com aula de zumba, ministrada pelo professor de Educação Física Maxwel Oliveira, distribuição de pipoca e picolé e a presença de alunos, professores, gestores e coordenadores pedagógicos das escolas da rede municipal: Paulo VI, José Padilha, Raimundo Medrado e Profª Leopoldina Leal; secretários de governo, vereadores, e comunidade.

Por Gardennia Garibalde/SEDUR

Previous post

VALOR DOS JOGADORES QUE DISPUTARÃO A COPA DO MUNDO CUSTAM MAIS QUE O PIB DE 70 PAÍSES

Next post

JUAZEIRENSE NÃO PASSA DE UM EMPATE 1 X 1, COM O BOTA-PB EM TARDE DE APAGÃO NO ADAUTO MORAES

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.