Política

VEJA COMO VAI FICAR O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO DE PETROLINA DURANTE JOGOS DA COPA E CAMPANHA SALARIAL

O Brasil vai estrear na Copa do Mundo somente no próximo domingo (17). O “clima” para a mais importante competição de futebol vai esquentando à medida que o jogo se aproxima. A contagem já é regressiva.

A primeira partida do Brasil será contra Suíça (15h), e os torcedores brasileiros devem reeditar a prática que ficou bastante comum na edição passada, de se reunir em bares, restaurantes, ou mesmo se organizar em casa com familiares e amigos.

Pensando nessa tradicional mobilização para os jogos as Seleção na Copa do Mundo, a direção do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope) entrou em contato com a entidade que representa os empregadores para negociar uma liberação dos trabalhadores no horário dos jogos para que pudessem, assim como todos os brasileiros, torcer pela Seleção.

“Fizemos uma consulta informal e nos reunimos com os representantes do Sindilojas, para apresentar essa demanda. Nós demos inclusive uma alternativa de horário para que fosse compensada essa liberação dos trabalhadores no horário dos jogos, no mesmo dia. Infelizmente, o Sindilojas não foi sensível à demanda dos trabalhadores”, disse a presidente do Sintcope, Dilma Gomes.

O  Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (Sindlojas) decidiu que nos jogos em que houver a participação da seleção brasileira de futebol, “de acordo com a conveniência de cada seguimento, que cada lojista faça o seu horário de funcionamento”.

“Estranhamos essa posição porque outros empreendimentos relacionados ao setor compreenderam a singularidade dessas datas e irão alterar o funcionamento, como é o caso dos bancos do River Shopping. Será que os comerciários tão tem direito de assistir aos jogos? Torcer é um direito, não um privilégio”, disse Dilma.

A presidente do Sintcope manifestou ainda preocupação com a segurança dos trabalhadores que ficarão mais vulneráveis, dado o pouco movimento na área comercial, durante os horários dos jogos.

Campanha salarial – A conversa sobre o funcionamento das lojas durante os jogos do Brasil aconteceu também como parte da agenda que o Sintcope mantém com os empregadores para discutir a campanha salarial.

O sindicato encaminhou no final do mês de janeiro a proposta para reajuste do piso salarial da categoria para R$ 1.100 (o atual é R$ 1.024) e um reajuste de 8% para o trabalhador que recebe acima do piso da categoria e um piso salarial de R$ 1.402,75 para o motorista entregador (hoje é R$ 1.298,85).

Somente cerca de três meses depois os patrões apresentaram uma contraproposta. E mesmo assim indicando um reajuste que não repõe as perdas dos trabalhadores, pois se até ao percentual da inflação, que sabidamente está longe de traduzir os prejuízos que os trabalhadores tiveram nos últimos 12 meses e acrescentando todas as alterações que a Reforma Trabalhista trouxe.

“Não podemos concordar em retirar conquistas históricas como a homologação no sindicato e o percentual do quebra de caixa, por exemplo. Querem até que os comerciários trabalhem no dia 1º. de Maio, um feriado que é celebrado

Previous post

SECRETÁRIA CIDA GAMA CONFERE OBRAS DO PROGRAMA "TRANSFORMAR" EM JUAZEIRO

Next post

JOGO DO BRASIL NA COPA ALTERA HORÁRIO DOS JOGOS DO INTERDISTRITAL

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.