EconomiaFruticultura

FRUTICULTORES DE PETROLINA ACUSAM ADAGRO DE CAUSAR PREJUÍZOS, COM SERVIÇO PRECÁRIO PRESTADO AOS PRODUTORES DO VALE

PARALISAÇÃO DE SERVIDORES E PROBLEMAS TÉCNICOS AGRAVARAM A SITUAÇÃO

Quedas no sistema interno de emissão do PTV (Permissão de Transito de Vegetais) e a burocratização exagerada da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) estão causando transtornos para os produtores de Petrolina. Quem afirma são os próprios fruticultores, que no último final de semana, contabilizaram prejuízos com a paralisação da entidade.

As queixas foram registradas pelo Sindicato dos Produtores Rurais do município (SPR), que tem buscado a solução do problema desde março. Naquele mês, o presidente da Adagro, Paulo Lima, esteve na cidade participando de um evento promovido pelo órgão representativo e afirmou que a agência fiscalizadora passaria a emitir o PTV pela Internet, até meados de julho. A intenção não saiu do papel e, na última sexta-feira (3), o posto da Adagro em Petrolina se deparou com a queda do sistema interno, provocando uma nova paralização dos caminhões de frutas.

“O produtor tem de ter a possibilidade de preencher essas requisições na Internet porque essa burocratização é uma barreira para a produtividade de Petrolina e de Pernambuco”, diz o gerente executivo do SPR, Flávio Diniz. “O que é o PTV? É o documento que acompanha a fruta quando vai para fora do estado. A morosidade na sua virtualização está atrapalhando muito os fruticultores da cidade”.

O gerente executivo alerta ainda que os transtornos vão além do prejuízo financeiro. “O custo não é o maior problema, a questão é que o cliente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, não quer saber de quem é o problema, se é nosso ou da Adagro; só interessa a entrega ágil do produto”. “Nós temos informações, por exemplo, de fruticultores que já perderam a carga e o cliente”, afirma Flávio ao inteirar que o sindicato está se reunindo com os produtores, acompanhando a situação.

Na Adagro, o sistema interno permaneceu indisponível durante toda a sexta-feira, retornando apenas no sábado (4), quando um plantão da agência atendeu somente os produtores que fizeram o pedido no dia anterior.

Foi avisado

Ainda no mês de Julho, o SPR havia alertado à instituição, em Recife, por meio de ofício, que a morosidade na virtualização do PTV traria mais prejuízos para o fruticultor local. No documento, foram apresentados problemas como a distância da propriedade até o posto da Adagro, horário de funcionamento incompatível com a realidade de carregamento dos caminhões e o tempo de espera para liberação de produtos perecíveis.

Em resposta, o órgão fiscalizador informou que a Secretaria de Administração – SAD está realizando um processo de licitação para aquisição do novo Sistema de Gestão Agropecuária, como o PTV “on line” e que após a aquisição “estaremos treinando e disponibilizando a todos [produtores], objetivando a melhoria do agronegócio do Estado de Pernambuco”.

Previous post

FIES ABRE PRAZO PARA RENOVAÇÃO DE CONTRATOS FEITOS ATÉ DEZEMBRO DE 2017

Next post

JUAZEIRENSE AINDA TEM CHANCES MATEMÁTICAS DE SE LIVRAR DO REBAIXAMENTO. FAÇA AS CONTAS

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.