Eleições 2014

ELEIÇÕES 2018-PE: …E A LUTA CONTINUA COMPANHEIRO

Jucá quer anular convenção do MDB de Jarbas em favor de Paulo Câmara, sem dissolver diretório estadual

Nesta sexta-feira, o presidente nacional do MDB, Romero Jucá, decidiu, em um comunicado interno, que o diretório estadual do MDB em Pernambuco tem oito dias para responder a um questionamento apresentado por um aliado de Fernando Bezerra Coelho, para anular a convenção do partido no Estado.

Jucá diz que pediu explicações sobre as decisões tomadas na convenção no que toca às alianças, antes de tomar uma decisão sobre o requerimento apresentado por Orlando Tolentino Ramos Júnior, aliado de FBC.

O MDB Nacional vai com Meirelles, ex-ministro de Lula e Temer.

A principal argumentação é que o comando local do MDB, controlado por Jarbas Vasconcelos e Raul Henry, não aprovou a vinculação com o palanque nacional de Meirelles e ainda fez aliança com o PSB, de Paulo Câmara, cujo palanque defende o nome do ex-presidente Lula para presidente.

Para evitar problemas com o STF, ou mais especificamente o ministro Ricardo Lewandowski, a direção nacional do MDB informa, no documento, que não está tomando a decisão de promover a dissolução do diretório estadual.

“Por cautela, antes da apreciação do mérito do requerimento pela Comissão Executiva Nacional, como previsto no art. 7º, p. 2º, da Lei n. 9.504/97, determino a oitiva do Diretório Estadual de Pernambuco para que se manifeste a respeito do requerimento, inclusive quanto às consequências em relação às candidaturas próprias aprovadas pela Convenção Estadual caso haja alteração na coligação já formada”, escreve Jucá, em carta assinada nesta sexta-feira.

Caso o pedido seja levado adianta, causará uma grande insegurança jurídica na chapa do governador Paulo Câmara, que já lançou o nome de Jarbas Vasconcelos como o primeiro senador.

Não pode fazer

O entendimento dos aliados do deputado federal Jarbas Vasconcelos é que a decisão não pode ser tomada, pois representaria uma burla em relação ao STF. “A liminar do ministro a favor do diretório estadual não diz respeito só a dissolução, mas garante também ao diretório a autonomia para que a atual direção faça a aliança que quiser”.

Previous post

ELEIÇÕES 2018: GENERAL MOURÃO, VICE DE BOLSONARO, O 'DISSIMULADO'

Next post

BOA NOITE

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.