Esportes

JUAZEIRENSE NÃO CONSEGUE SE MANTER NA SÉRIE C E É REBAIXADO NO BRASILEIRÃO APÓS EMPATE COM BOTAFGO-PB

Como estava previsto pela fraquíssima campanha, a Juazeirense deu adeus ao Campeonato Brasileiro da Série C neste sábado (11). O time baiano atuando no Estádio José Américo de Almeida Filho (Almeidão) em João Pessoa, na Paraíba, contra o Botafogo-PB, precisando vencer para renovar o alvará de funcionamento de time da Série C para o exercício 2019, mas não bastava apenas vencer. Seria necessário além conquistar os três pontos, esperar que o Confiança derrotasse o GLOBO em jogo realizado no mesmo horário, porém, no Estádio Lourival Baptista em Aracaju.
Moral da história. A Juazeirense não perdeu muito menos o GLOBO, ambos os jogos foram finalizados registrando com o empate. A Juazeirense até brigou, mas o máximo que foi capaz foi arrancar um o empate em 2 x 2 insuficiente para sobreviver. Júnior Gaúcho contra abriu o placar o Botafogo, Nando fez o segundo. Enquanto Júnior Tardeli anotou os dois gols do time baiano. O resultado por si só já era uma tragédia, ainda assim, o GLOBO empatou com o Confiança pelo placar de 0 x 0, e assim, não houve alteração na ordem de classificação no Grupo A, com o Salgueiro e a Juazeirense perdendo a patente de time da Série C.
Obtiveram a classificação do Grupo A pela ordem: Náutico, Atlético-AC Santa Cruz e Botafogo. Rebaixados: Salgueiro e Juazeirense.
Já no Grupo B os classificados foram: Botafogo-SP, Operário-PR, Cuiabá e Bragantino. Rebaixados: Tupi-MG e Joinville
Após triunfo sobre o América-MG, Enderson Moreira exalta o time do Bahia 
O técnico Enderson Moreira parabenizou o time do Bahia pelo triunfo por 1 a 0 sobre o América-MG na noite deste sábado (11), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador ficou satisfeito com a atuação do Tricolor, que mesmo após marcar o primeiro gol, continuou criando chances e por pouco não anotou o segundo.
“Conheço muito bem a equipe do América-MG. Muita coisa que foi trabalhada há muito tempo, alguns conceitos defensivos muito fortes, é claro que com a cara do Adilson, já. Mas é uma equipe que sabe marcar bem, sabe sofrer. A gente teve a chance de sair na frente no primeiro tempo, o que poderia nos dar mais espaço. Mas foi uma equipe que jogou o tempo todo em cima do América-MG. A gente buscou o gol e depois que fizemos continuou buscando o segundo, que não saiu por detalhe. A gente tem que parabenizar muito os atletas. Talvez vocês não saibam o que foi essa semana pra gente, com jogos decisivos, viagem de quase uma semana, sem tempo para treinar. A gente, praticamente, não teve tempo para nada. Tenho que enaltecer muito a capacidade desses atletas de se dedicar tanto, colocar tudo dentro de campo, principalmente para o nosso torcedor que merece tanto”, disse na entrevista coletiva.
O treinador destacou a semana complicada do time que não teve tempo para treinar. O Bahia viajou até o Uruguai para jogar pela Copa Sul-Americana, na última quarta-feira (8), contra o Atlético Cerro.
“São quatro dias que a gente tem que estar mais preparado para recuperar. A gente tem conversado, eles têm tentado de todas as formas executar as ideias. Eles estão muito mais tranquilos. A gente não deixou de ser ofensivo, mas tem mais tranquilidade de trabalhar a bola. Mérito total dos atletas que têm escutado e tentado desempenhar da melhor forma possível. Quando cheguei aqui, eles estavam em um processo extremamente desgastante. Eles conseguiram dar a volta por cima, só não pode entusiasmar demais. Cada jogo tem sua história, cada jogo tem sua dificuldade”, elogiou.
Enderson ainda explicou a opção pelo volante Flávio para a vaga de Gregore que cumpriu suspensão automática. O jovem atleta foi titular pela primeira vez sob o comando do treinador.
“Acho que o jogador tem que estar preparado para ajudar a equipe na função que possa ter oportunidade. Flávio contribuiu muito. Decisão, escolha em função do Nilton ou Flávio, foi um pouco pelas características do adversário. Tinha ideia que o América-MG vinha mais fechado, e a gente precisaria de um volante com um pouquinho mais de chegada no campo adversário. Nilton organiza mais a equipe. Se tivesse sido ele, tenho certeza que faria uma grande apresentação também”, analisou.
O próximo compromisso do Tricolor será contra o Palmeiras pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. A decisão acontece na quinta (16), às 19h15, no Pacaembu, em São Paulo. O vencedor da partida fica com a vaga na semifinal. Caso o duelo termine empate a disputa irá para os pênaltis.
Previous post

TRÊS HOMICÍDIOS SÃO REGISTRADOS NESTE FINAL DE SEMANA, EM JUAZEIRO

Next post

DIRETO DE SOBRADINHO-BA

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.