Política

VISITAS A LULA NA PRISÃO FAZEM MPF TEMER INTERFERÊNCIA DELE NO PROCESSO ELEITORAL

O Ministério Público Federal levantou junto à Justiça uma série de dúvidas acerca de visitas religiosas e de advogados que o ex-presidente Lula vem recebendo na prisão na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde está desde abril.

De acordo com a Folha, o MPF considera que o fato de vários políticos receberem procuração do petista para defendê-lo, tendo livre acesso a ele na prisão, pode ser uma tentativa de ludibriar as regras e permitir que Lula interfira no processo eleitoral.

Os procuradores citam o ex-prefeito Fernando Haddad e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, como exemplos de advogados que estariam, na verdade, atuando politicamente nas visitas que fazem ao ex-presidente. Eles pedem que a polícia esclareça o sistema de visitas.

Previous post

DE HOMEM DOS VÍDEOS A GALO CEGO CANDIDATOS APOSTAM EM NOMES INUSITADOS NAS ELEIÇÕES

Next post

STF MARCOU DATAS DO JULGAMENTO EM QUE BOLSONARO É RÉU POR APOLOGIA AO ESTUPRO

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.