Educação

UNIVASF COMEMORA ANIVERSÁRIO ANUNCIANDO CURSOS DE DOUTORADO

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) destaca seus dois primeiros doutorados: o doutorado em Ciência dos Materiais e o doutorado em Ciências Veterinárias no Semiárido  e agora doutorado em Ciência de Saúde Animal. A criação dos cursos foi aprovada pela Capes, que divulgou em outubro o resultado das avaliações de propostas de novos mestrados e doutorados, nas modalidades acadêmica e profissional.

Outras três propostas de cursos de doutorado submetidas pela Univasf, um deles teve  o resultado da análise positiva, o Doutorado em Ciência Animal. Quanto aos outros dois, Ciências da Saúde e Biológicas e Agroecologia e Desenvolvimento Territorial., estão na expectativa de que o resultado da avaliação destes cursos seja divulgado até o final do mês.

“Este é um dia muito especial e um momento histórico para a Universidade”, ressalta o reitor Julianeli Tolentino de Lima, na ocasião. Ele frisa que a aprovação das propostas de doutorado é fruto do esforço e dedicação das equipes de pesquisadores que compõem os cursos de mestrado e de investimentos em infraestrutura física e equipamentos.

“Os novos cursos possibilitarão o fechamento de um ciclo virtuoso para o estudante do sertão brasileiro, que poderá cursar uma graduação, seguida de uma especialização, um mestrado e, a partir de agora, um doutorado. Tudo isso na própria Univasf, no interior do Nordeste”, destaca o reitor.

Para Mário Queiroz, pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação em exercício e diretor de Pós-Graduação da Univasf, a abertura dos primeiros cursos de doutorado na Univasf representa um grande avanço para a ciência, a pesquisa e a formação de profissionais e docentes na região. “Os novos cursos são muito importantes, pois possibilitarão aos profissionais, docentes e pesquisadores da região dar continuidade à sua formação aqui mesmo, assim como contribuirão para a produção de novos conhecimentos científicos”, diz.

O Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Materiais (PPGCM), que passará a oferecer também o curso de doutorado, foi o primeiro mestrado da Univasf. Criado em 2007 e com atividades no Campus Juazeiro, o PPGCM já formou cerca de 60 mestres. A coordenadora do programa, Raquel Aline Pessoa Oliveira, destaca que o doutorado permitirá a retenção de pesquisadores na região. “Nossos alunos poderão dar continuidade à pesquisa e a produção científica do programa também crescerá”, observa. Segundo a professora, a dedicação dos docentes associada a um conjunto de ações implementadas no PPGCM nos últimos anos foram decisivas para a aprovação do doutorado em Ciência dos Materiais.

De acordo com o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias no Semiárido (PPGCVS), Alexandre Antonelli, o doutorado é muito relevante para o fortalecimento da pesquisa voltada à Medicina Veterinária e áreas correlatas no Vale do São Francisco. Ele destaca que além de contribuir para a manutenção dos mestres formados pelo programa, o doutorado passará a atrair pesquisadores de outras regiões.  “O doutorado também tem um grande significado para a Univasf, pois não é apenas o primeiro doutorado da Univasf, mas também é o primeiro em Medicina Veterinária no interior do estado de Pernambuco, assim como o primeiro doutorado no interior de Pernambuco, dentre todas as áreas”, comemora. Antonelli, também atribui a aprovação do doutorado aos docentes, ao empenho de discentes e egressos do mestrado e à nova infraestrutura do prédio das pós-graduações do Campus Ciências Agrárias (CCA), que passou por uma grande reforma recentemente.

Os dois doutorados deverão abrir suas primeiras turmas em 2019. A seleção acontecerá por meio de editais, que serão lançados nos próximos meses.

Renata Freitas

Previous post

PETROBRAS ANUNCIA REDUÇÃO DE 1,32% NO PREÇO DA GASOLINA NAS REFINARIAS

Next post

UNIÃO EUROPEIA NÃO ACEITA SUGESTÃO DE BOLSONARO SOBRE SOBRE NOVO ENTENDIMENTO COM O MERCOSUL

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.