Artigo

‘JEITINHO’ ASSASSINO

‘Jeitinho brasileiro’ mata e destrói com lama, chuva e fogo


DP – O ano de 2019 começou com muita expectativa no âmbito político, mas as principais manchetes, em apenas 40 dias, destacaram as consequências do tal “jeitinho brasileiro” de resolver problemas com soluções paliativas e improvisos. Foi isso que provocou a morte de centenas de pessoas na lama em Brumadinho, nas chuvas no Rio de Janeiro e no fogo do CT do Flamengo. Não por acaso, a procuradora-geral, Raquel Dodge, afirmou que essas tragédias eram “evitáveis”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Dez jovens foram mortos no alojamento improvisado há uma década, de material altamente inflamável, no “Ninho do Urubu”, do Flamengo.

A Vale soube do risco dias antes, mas o rompimento da barragem em Brumadinho já superou 157 mortos e ainda há 182 desaparecidos.

As chuvas no Rio e em São Paulo provocam destruição e mortes há meio século. A “solução” todos os anos é paliativa e emergencial.

Previous post

PETROLINA LANÇA PROGRAMAÇÃO DA FOLIA DE MOMO NESTA SEGUNDA (11)

Next post

PM condenado por tortura é reintegrado à corporação e promovido a capitão

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.