Cultura

CONSELHOS DO VELHO SÁBIO*

VIVER NÃO DÓI

Olá amigos!!

Você acredita que viver não dói? Isso mesmo.
Trago hoje uma mensagem que nos faz refletir sobre o sofrimento, sobre como nós criamos expectativa e ilusão e esquecemos de viver e aproveitar o que nos foi dado!

Reflitam!!

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas
e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?

O certo seria a gente não sofrer,
apenas agradecer por termos conhecido
uma pessoa tão bacana, que gerou
em nós um sentimento intenso
e que nos fez companhia por um tempo razoável,
um tempo feliz.

Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer
pelas nossas projecções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos
de ter conhecido ao lado do nosso amor
e não conhecemos,
por todos os filhos que
gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios
que gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados,
pela eternidade.

Sofremos não porque
nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
mas por todas as horas livres
que deixamos de ter para ir ao cinema,
para conversar com um amigo,
para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe
é impaciente conosco,
mas por todos os momentos em que
poderíamos estar confidenciando a ela
nossas mais profundas angústias
se ela estivesse interessada
em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu,
mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos,
mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós,
impedindo assim que mil aventuras
nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e
nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo,
mais me convenço de que o
desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, esquivando-se do sofrimento,
perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional.

Por Carlos Drummond de Andrade

Queridos amigos!!

Reclamamos de mais e aproveitamos pouco o lado bom da vida, ao invés de ficar parado no tempo reclamando de tudo e de todos, deveríamos agradecer por tudo de bom que já aconteceu, e fazer algo pra continuar acontecendo coisas boas em nossa vida. Devemos sonhar sim! Mas não esqueça de por em prática para que não somente fique em nossa imaginação, mas para que nós possamos aproveitar mais a vida sem tanto sofrimento e frustrações! E você? Acredita que viver não dói?

Forte abraço!!
Velho Sábio!!

Previous post

BOA NOITE

Next post

Equipe da 75ªCIPM - Elucida Autoria e Prende Suspeito, da Morte da Professora no Alto do Alencar

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.

No Comment

Leave a reply