Política

OPOSIÇÃO DE PETROLINA QUER A INSTAURAÇÃO DA FRENTE SUPRAPARTIDÁRIA DO SANEAMENTO

Mais uma vez os vereadores de Oposição da Casa Plínio Amorim deixaram claro para a população de Petrolina que querem o debate sobre o Plano Municipal de Saneamento para esclarecer à população sobre um Decreto sancionado, este ano, pelo Prefeito Miguel Coelho sem a anuência do Legislativo Municipal.

Representando seu grupo político, o líder oposicionista Paulo Valgueiro, reforçou na sessão ordinária ontem (14) a necessidade urgente de discutir sobre a proposta do Executivo Municipal de terceirizar os serviços da Compesa abrindo uma concessão de 35 anos, ou seja, abrindo mão da Companhia para a contratação de uma empresa nos moldes de uma PPP (Parceria Público Privada) com contrato de quase quatro décadas com uma empresa privada.

Valgueiro foi taxativo mais uma vez “o povo de Petrolina merece conhecer os projetos que o prefeito tem para a nossa cidade”. Ao usar a tribuna, Valgueiro acrescentou: “Todo mundo conhece a ineficiência dos serviços de água e esgoto em Petrolina, mas não é entregando a gestão para uma empresa nos moldes que o prefeito quer que vamos resolver o problema”. Valgueiro chamou a atenção ainda, para os serviços da Compesa que estão cada dia piores. “Parece até que tem alguém infiltrado na Compesa para piorar os serviços que já são ruins, para justificar o Decreto do prefeito e convencer a população de Petrolina de que ele está certo”, disse.

“A Bancada de Oposição está à disposição para montar a Frente Suprapartidária para investigar à situação da Compesa, estamos estudando diuturnamente o Plano Municipal de Saneamento Básico e estamos dispostos a discutir de forma séria esse assunto. Desconfio que há um complô, a participação expressa de alguém dentro da Compesa para acabar de esculhambar a coisa, em relação ao sistema de água e saneamento, para fortalecer a ideia de o município querer privatizar os serviços”, acrescentou Valgueiro ao sinalizar positivamente a sugestão do colega Zé Batista de criar a Frente Suprapartidária.   

Situação reprova requerimento de Audiência Pública da Oposição        

Recentemente a maioria, com 12 votos contra 5, os vereadores de situação da Casa Plínio Amorim derrubaram, o requerimento da bancada de oposição que solicitava a realização de uma audiência pública para discutir sobre a viabilidade e conveniência do processo de municipalização e/ou privatização da rede de saneamento de Petrolina, bem como da falta de investimentos no município e os transtornos causados à população pelo desserviço prestado da Companhia de Saneamento que atua no Estado.

Após pedir destaque ao requerimento 027, o líder do governo, Aerolande Cruz, pediu explicitamente durante a votação, que todos os vereadores da situação rejeitasse o pedido da oposição de realizar a Audiência Pública.

Previous post

DEPUTADO ROBERTO CARLOS, AUTOR DO PROJETO DE LEI QUE PREVÊ MAIS SEGURANÇA NAS ESCOLAS, LAMENTA A TRAGÉDIA EM SUZANO – SP

Next post

SÉRGIO MORO PREPARA OPERAÇÃO CONTRA CORRUPÇÃO NAS POLÍCIAS

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.