Administração

Lojistas de Petrolina estão otimistas com vendas do período junino

Com datas tradicionalmente comemoradas como São João, São Pedro e Dia dos Namorados, Junho é uma das épocas do ano mais promissoras para o comércio varejista, sobretudo no Nordeste, onde “pipocam” festas de um lado a outro. Petrolina não fica de fora deste contexto e os empresários locais vislumbram o aquecimento nas vendas. 

“Vários fatores contribuem para essa perspectiva positiva: temos um evento de grande porte que é o São João, que atrai não só moradores da região bem como turistas de várias partes do país; e isso gera movimentação nos mais variados setores da economia, tais como roupas, sapatos, acessórios, gastronomia, transporte, hotelaria, serviços terceirizados. Vale salientar ainda que muitas empresas e órgãos públicos costumam fazer, neste período, a liberação de parte do 13º, ou seja, mais dinheiro em circulação”, explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina, Joaquim de Castro.

O empresário Sebastião Costa, do Mundo do Real, acredita que as vendas do período junino deste ano cheguem a ser até 10% maiores que 2018. “Desde o começo do mês estamos batendo nossas metas diárias. Peças decorativas com a temática junina, chapéus de palha, dentre outros artigos, são os mais procurados. É uma época alegre, diferente, as pessoas costumam ficar mais animadas. De fato, estamos bem otimistas”.

Estratégias de vendas – Para atrair a atenção do consumidor, o empresariado petrolinense tem lançado mão de diversas ações, tais como vitrines atrativas, decoração específica da época, sorteios, descontos. Há quem transforme a loja em um verdadeiro “arraiá”. “ Além do nosso estoque de produtos – que é bem diversificado e com preços  acessíveis para todos os bolsos – nesse período montamos um espaço com bolo fake e todos os itens que podemos usar numa mesa temática junina. Aos sábados, fazemos um Arraiá dentro da loja, com um trio de pé de serra ao vivo. Os clientes ficam muito animados e se sentem numa verdadeira festa de São João”, enfatiza a empresária Virlânia Nobre, da Casa Nobre da Travessa Gregório Ramos. Ela espera um aumento nas vendas em torno de 15%.

Previous post

Prefeitura de Sobradinho adere ao projeto Abatedouro Móvel da UNIVASF

Next post

Heleno dá murros na mesa e diz que fala de Lula sobre facada é ‘canalhice’; assista

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.