T.I. (INTERNET)

Coronavírus | ANATEL – Operadoras liberam o acesso ao WIFI em local público

A cada novo dia é lançada uma nova iniciativa para conter o avanço do Coronavírus no Brasil. A ANATEL em conjunto com o Ministério da Saúde, determinaram a liberação de redes Wi-fi para a população.

Atendendo a proposta do Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Telecomunicações enviou o ofício com uma série de determinações e recomendações que as operadoras de telefonia deverão atender. Depois de iniciar o envio de mensagens MMS para grupos de risco na semana passada, a ANATEL segue ampliando suas ações para ajudar na batalha contra o Covid-19.

Com o objetivo de diminuir os impactos negativos da passagem do coronavírus no Brasil, a ANATEL pretende possibilitar que a população tenha em perfeito funcionamento e disponibilidade as redes de internet e telefonia, além de determinar o aumento das velocidades e franquias para que ninguém fique desinformado. Está ação visa a facilitar também o que deve ser o próximo estágio, onde a população de certas regiões terão que fazer quarentena e precisarão trabalhar em casa (home office), o que necessitará de pleno funcionamento da Internet e redes móveis. Confira a seguir a lista de determinações.

providências para acesso zero rating ao aplicativo móvel desenvolvido pelo Ministério da Saúde, o Coronavírus-SUS;
medidas de ampliação de acesso a não assinantes (como liberação de redes Wi-fi em determinados locais públicos);
medida de ampliação de velocidade de conexão nos acessos fixos à banda larga;
promoção de campanhas publicitárias para divulgação de informações referentes à COVID-19, em especial com replicação daquelas realizadas pelo Ministério da Saúde;
definição de plano de ação para garantia da estabilidade técnica do sistema, no sendo de se evitar degradação de qualidade decorrente de ampliação súbita da demanda, no âmbito do Grupo de Gestão de Riscos e Acompanhamento do Desempenho das Redes de Telecomunicações (GGRR);
flexibilização nos prazos de tratamento de casos de inadimplência por parte dos consumidores em áreas sob restrições de deslocamento;
medidas de priorização no atendimento a solicitações de reparos em
estabelecimentos de saúde e serviços de urgências;
aprimoramento na gestão interna das prestadoras em relação à força de trabalho própria e terceirizada, no sentido de divulgação de práticas de higiene e restrição de aglomerações no atendimento pessoal ao público externo e nos ambientes de call center.

Fonte: Selectra Brasil

Previous post

Curso de Agente de Desenvolvimento Cooperativista abre 60 vagas para produtores de Dormentes

Next post

Semana da mulher Em Afrânio foi encerrada com atividades voltadas para saúde e cuidados para o público feminino

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.