Mobilidade

Iniciado complemento da pista de Cooper do Parque Fluvial de Juazeiro

Concluído o processo de remoção da embarcação Costa e Silva da Área de Preservação Permanente (APP) da Orla de Juazeiro (BA), onde atualmente está em andamento a obra de construção do Parque Fluvial, a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR) iniciou nesta terça-feira (17) a conclusão da pista de Cooper.

“Falta aproximadamente 80m para a pista ser concluída, de uma extensão total de cerca de 1,9 Km que é o que está previsto no projeto da obra”, explica o engenheiro da SEDUR, Lucas Souza, acrescentando que dentro do que está previsto no cronograma da obra, “ainda esta semana vamos concluir toda a pista, em seguida daremos continuidade a substituição da balaustrada no trecho da Orla 2”, explica o engenheiro.

Apoiado por uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal (CEF), a obra já executou a implantação de academias da saúde, parques infantis, ciclovia em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia, implantação de iluminação em LED, estruturação e ordenamento do mirante, paisagismo e substituição da balaustrada na extensão superior da Orla 2.

“Estamos aguardando o parecer da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) autorizando a Prefeitura de Juazeiro a realizar mais uma etapa na obra do Parque Fluvial, o processo está em conclusão e deve ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) nos próximos dias.

Nesta nova etapa vamos executar a criação de um atracadouro náutico, além de reaproveitar a cobertura do espaço onde estão localizados os bares do M para a criação de um terminal hidroviário, e construir quiosques padronizados na área da calçada, para substituir as barracas que ficavam próximas a Marinha, e foram retiradas da margem do rio por questões ambientais”, finaliza o secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano, Hermerson Guimarâes.

Por Gardennia Garibalde/SEDUR

Previous post

Faculdade particular em Petrolina abre seleção de docentes para cursos técnicos

Next post

Youtuber apoiadora de Bolsonaro é vítima de ataque homofóbico no Rio

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.