T.I. (INTERNET)

Intercept denuncia Claro e Vivo por censura a sites sem decisão judicial

A reportagem da jornalista Tatiana Dias, assistida pela estagiária Nathália Braga, mostra que as provedoras de internet banda larga –a Claro, dona da Net, e a Vivo– bloqueiam sites que fornecem assistência e informações sobre aborto seguro.

As provedoras de acesso estão violando o marco civil da internet no Brasil, Lei 12.695/2014, que no art. 9º estabelece a neutralidade da rede:

“Art. 9º O responsável pela transmissão, comutação ou roteamento tem o dever de tratar de forma isonômica quaisquer pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, origem e destino, serviço, terminal ou aplicação

Dacordo com o Intercept, as empresas esquivam-se dizendo que atendem medidas judiciais, porém, contesta a reportagem, não se tem conhecimento de qualquer ordem judicial.

“No caso do bloqueio ao Women on Waves, a situação é grave porque o conteúdo não é criminoso”, defende o Intercept. “Por causa de uma ordem judicial que não sabemos de onde veio e nem o seu teor – mas podemos imaginar o que a provocou, já que a censura se agravou em 2019 –, milhões de brasileiros vão ficar privados do acesso a informações de interesse público sobre saúde reprodutiva feminina”, completa.

Para a reportagem de Tatiana Dias, trata-se de uma censura a um site que, a rigor, é legal.

“Ao sonegarem esse tipo de informação, as empresas contribuem para a estatística: em 2016, foi registrada uma morte a cada duas tentativas de aborto”, denuncia o The Intercept Brasil.

Entretanto, o diabo pode ser muito mais feio do que pinta o Intercept: quem garante que essas provedoras de internet não estão censurando outros conteúdos que contrariem suas crenças e interesses políticos e econômicos

Previous post

Traídos, militares da base já dialogam à esquerda

Next post

Mega-Sena: não houve ganhador e prêmio vai a R$ 36 milhões

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.