Artigo

Legado: Pela modernização do fisco estadual

 Inaldo Sampaio

Do ex-superintende da Sudene, Eliezer Menezes, a coluna recebeu ontem o comentário abaixo sobre o ex-deputado Osvaldo Coelho: “Caro Inaldo, li na tua coluna as referências a Osvaldo Coelho. Uma das grandes ações dele foi, como Secretário da Fazenda, quebrar a tradição do governador de nomear fiscais de renda a seu critério. As leis estaduais lhe davam esse direito.

O resultado era um corpo fiscal em quase sua totalidade composto de ex-políticos e parentes. A consequência era uma baixa qualidade técnica. Osvaldo foi responsável pela aprovação de uma lei que criou a obrigatoriedade de concurso público para o cargo de Auditor Fiscal e Técnico Fazendário, exigindo curso superior, e Auditor Fiscal Auxiliar com segundo grau.

O primeiro concurso foi realizado em 1968. Tal fato transformou a Fazenda PE, na época, no segundo melhor quadro técnico do país. SP era o primeiro. Exemplos de frutos dessa ação: Gustavo Krause, Monteirinho, Luíz Otávio, Antônio Carlos Brito Maciel, Admaldo Matos, Frederica  Krieguer, Eneida, e diversos outros que posteriormente assumiram cargos de destaque como Secretários de Estado, presidentes de estatais, políticos etc.

Resumindo, uma significativa e importante  ação de Osvaldo, que muito beneficiou Pernambuco”.

Previous post

CRIANÇAS DO ALTO DO CRUZEIRO GANHAM FESTA PELO SEU DIA

Next post

Comunidade Irmã Dulce em Juazeiro (BA) realiza ato pela sua Canonização neste domingo (13) 

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.