Artigo

Leitor decepcionado com a politica de Juazeiro, relata suas mágoas


Caros Amigos e Amigas que fazem a comunicação no Vale do São Francisco

(Geraldo José, Antonio Pedro, Cristina Laura, Farnésio Silva, Vera Lúcia, Wellington Alves, Carlos Brito, Coelho entre tantos outros)

Conheço o nordeste do Brasil e norte da Bahia desde os anos 70. Tive a felicidade de vir a essa terra chamada Juazeiro quando na minha tenra idade era meu pai que dirigia meus passos. Lembro-me muito bem, quando agarrado aos coes das calças do meu pai, eu subia e descia as ruas e avenidas ” limitadas de encanto” de Juazeiro.
Vi também, meu pai acompanhar diversas campanhas e candidaturas. Era homem simples, porém, sábio e que reconhecia o valor das pessoas. Estava, portanto, sempre a lutar para que um dia, as pessoas mais necessitadas de Juazeiro pudessem vislumbrar o que ele já vivenciara em suas constantes viagens Brasil a fora.
Por acompanhar meu pai em viagens, pude também conhecer diversos “brasis”. Vi muita beleza, também, vi muita pobreza! Vi muitos avanços e vi também muitos atrasos. Motivos diversos podem levar à sociedade ao atraso ou ao avanço. Não teria tempo de citar muitos, todavia, quero aqui, citar um forte exemplo que contribui para o atraso de Juazeiro em alguns aspectos.

Nobres amigos, eu lamento dizer que a política em Juazeiro é uma razão das maiores de minha tristeza. É algo que me entristece violentamente coração! Como pode uma terra que se emprenha de filhos e filhas tão nobres em aspectos diversos, vacilar tanto para escolher quem a represente. Moro nesta terra há anos. De forasteiro, não posso ser chamado!

Sei da dor e aflição que sentiram e sentem os que querem o bem desta terra e, deste modo, não posso digerir que Juazeiro ainda oscile pensando em trazer de volta ao poder homens e mulheres que envergonharam e humilharam a nossa cidade no estado da Bahia e no Brasil. Governaram para si mesmos! Não respeitaram seus partidos, seus aliados, menos ainda, seus eleitores!

Juazeiro amarga a decepção de sangrar seus cofres mês a mês a amortizar uma dívida IMPAGÁVEL, em nome de um saneamento básico que enche de maus odores as nossas ruas, becos e avenidas e adoece nossos pequenos e também nossos anciãos! Juazeiro responde judicialmente e sofreu por anos com uma área defasada e doente onde se jogam os lixos desta cidade. Onde famílias e gerações tiram seus sustentos…

Somente agora, falamos em remediação de uma de suas áreas adoecida brutalmente, sem contar com o seu rio, o Velho Chico que recebe diariamente seus chorumes.

Meus amigos, tantas são as marcas negativas deixadas por governantes que por aqui passaram que nem vale à pena lembrar.
Quero apenas registrar aqui, ali e acolá a minha indignação ao constatar que aqueles que maltrataram a nossa Juazeiro, querem desavergonhadamente, voltar ao poder público.
Querem gritar ou cochichar nas esquinas que querem Juazeiro melhor!
Querem erguer suas mãos brancas, não limpas, ao céu e clamar por JUSTIÇA (¿)!!!
Pretendem ainda adentrar nas residências de pessoas honestas com lamas trazidas por seus pés que andam em caminhos sujos¿
Que discursos trarão em suas vozes roucas e cansadas de tanto mentir aos gritos¿
Qual será o argumento utilizado para enganar as pessoas de bem desta cidade¿
Dirão que são amigos de Lula, Dilma, Wagner…
Ah, tem ainda os amigos de ou de Gedel Vieira, Coubert Martins e ACM, César Borge…
Quem se importa com amigos de amigos, se já temos um prefeito com relações sólidas, não pessoais, mas, políticas com Lula, Dilma e Wagner, senadores, ministros, deputados federais, deputados estaduais, secretários estaduais, etc., etc., e etc.¿
Vale aqui lembrar que, os governos do PT estabelecidos no país e no estado da Bahia, unem-se aos prefeitos comprometidos com o povo, independente de suas bandeiras partidárias ( Não é o caso do prefeito de Juazeiro que é filiado a um partido que tem aliança histórica com o partido da presidente e do governador).
Exemplo prático: o prefeito Orlando Xavier da nossa vizinha Casa Nova – BA que não pôde por questões partidárias assumir publicamente seu compromisso com o governador que não cansa de declarar seu apoio todas as vezes que vem à região.

Assim, nobres amigos e amigas comunicadores, eu finalizo o presente desabafo de vergonha, essa, em nome dos que não a tem ou a jogaram no lixo da mentira, da roubalheira e do engano.

Um abraço fraterno do amigo João Soares!

Avança Juazeiro!
Deixa o que ficou para trás ir de vez para o esquecimento!
Renovem seus pensamentos!
Renovem suas mentes!
Deixa Juazeiro, que os atrasados cheguem por último!
Chegaremos nós onde queremos: Juazeiro melhor para todos o que acreditam e amam seus filhos e suas filhas!!!


 

Previous post

Prefeitura de Petrolina melhora estradas do interior

Next post

Palestras serão destaque na 4ª edição da Feira de Pinhões

No Comment

  1. João S. Soares
    27 de agosto de 2011 at 10:28 —

    Obrigado, amigo Farnésio por ter publicado o meu desabafo! Um abraço

Leave a reply