Artigo

Lossio envia carta a assembleia protestando contra a reeleição permanente da mesa diretora

 

Repercute intensamente nos bastidores políticos do estado de pernambuco, carta do prefeito de Pertrolina, Julio Lossio, enviada a assembleia legislativa protestando contra o que  chama de casuística emenda da reeleição permanente da mesa diretora da Casa. Leia a carta…

À
Assembléia Pernambucana,

“Curvar-se ao poder é dar as costas para a democracia. Vale a pena?”

Caros deputados,

Com todo o respeito que esta Casa merece, mas tomado pelo sentimento de dever 
cívico e de obediência aos preceitos democráticos, gostaria que dividissem comigo essa reflexão.

Muitos países democráticos adotaram a reeleição como forma de oportunizar ao povo a possibilidade da manutenção dos bons gestores, aqueles capazes de planejar, implantar e manter os melhores serviços públicos, proteger, destarte, um verdadeiro Estado Democrático de Direito.

Por outro lado, em outros países de democracia frágil, ou até inexistente, governantes mantêm-se no poder, validados apenas em sentimentos autoritários, perpetuando-se os falsos lideres, cuja história, já mostrou, acabam pagando os males que causam com sua própria vida, bem maior do ser humano.

Noutros países, religião e política entrelaçam-se de forma tal que não é possível separar o Estado da dogmática religiosa, criando ditaduras baseadas na força de divindades, causando opressão e humilhação ao próprio povo a quem juram liderar e proteger.

Hoje, no mundo globalizado, o povo volta a se mobilizar para impedir que esses reinados mantenham-se de pé, enfrentando com seus corpos o poderio bélico dos governantes usurpadores do verdadeiro Poder, aquele o qual emana do seu povo.
Dessa forma, há pouco, assistimos à queda de uma dessas ditaduras, curvada pela bravura de seu próprio povo, que cantou sua liberdade nas ruas, sonhando com um futuro melhor.

O Leão do Norte, nosso Pernambuco imortal, nova Roma de Bravos Guerreiros, de um povo coberto de glória, cujas lutas democráticas são reconhecidas por toda a população brasileira parece, neste momento, estar anestesiado pelo “poder”. Mudar nossa Lei Maior, nossa Constituição, apenas para atender a anseios individuais?

Qual o beneficio para o povo, verdadeiro destinatário da norma e razão da existência do Estado? Toda lei, mesmo a Constituição Estadual, pode e deve ser alterada, desde que beneficie a coletividade, acompanhando a evolução social. Será que nenhum, dentre os componentes da nossa Assembléia, estaria preparado para assumir o seu comando?

Se assim for, calo-me e junto-me aos demais eleitores pernambucanos, assumindo a total responsabilidade pelo erro cometido… votamos mal! Porém, caros Parlamentares, se assim Vossas Excelências não entenderem, levantem as vossas cabeças.

Olhem na direção do seu povo. Não esqueçam que todo reinado é forte no presente e pode ser frágil no futuro. Viva o rei? Ou viva o povo? Façam vossas escolhas..

Júlio Lossio, que está Prefeito em Petrolina.

 

 

Previous post

SEADRUMA participa da 10ª Jornada de Crédito PRONAF em Juazeiro

Next post

Professores e Estudantes da Uneb partcipam do XII Intercom-NE

No Comment

Leave a reply