AgriculturaPesquisa

MOSCAMED REÚNE CIENTISTAS DA ARGENTINA, URUGUAI E DE DEZ ESTADOS BRASILEIROS PARA CAPACITAÇÃO SOBRE MOSCAS-DAS-FRUTAS

moscamePesquisadores do Uruguai, Argentina e de dez estados brasileiros, como Amapá, Mato Grosso, Ceará, Rio Grande do Sul e Amazonas, atualizam seus conhecimentos em defesa fitossanitária, monitoramento e manejo de insetos, no “IX Curso Internacional em Moscas-das-frutas de Importância Econômica e Quarentenária”, que vai até 16 de outubro, em Juazeiro/BA.

Esta é a nona edição do curso que é realizado anualmente e atrai profissionais na área de defesa vegetal, acadêmicos, além de produtores e exportadores. O Doutor em Entomologia da Universidade Federal Rural da Amazônia, de Belém/PA, Wilson Maia, decidiu participar do encontro para conhecer a Técnica do Inseto Estéril, método de controle que visa à esterilização do macho da mosca-da-fruta- por meio de raios-x, desenvolvida atualmente no Brasil pela Moscamed, instituição realizadora do evento.

“Na minha região combatemos a mosca negra do citrus, então resolvi participar do curso porque tenho interesse na técnica do inseto estéril, que é um método de controle biológico com baixo impacto ambiental e que pode ser utilizada em qualquer produção agrícola. Além disso, esta técnica não dispensa os outros métodos, casa perfeitamente com eles”, explicou Maia.

Já a Fiscal Agropecuária de Manaus/AM, Odiluza Oliveira, decidiu participar do curso para atualizar seus conhecimentos e aplicá-los em sua região que sofre a iminência de uma infestação da mosca-da-carambola. “As pragas agrícolas em Manaus estão sob controle, mas o estado de Roraima, que faz divisa com a Amazônia, registra focos da mosca-da-carambola, então estamos em estado de alerta; vim para o curso para adquirir novos conhecimentos e estratégias de combate que nos ajude a criar uma barreira fitossanitária capaz de impedir a entrada desta praga em nossa região”, comentou Oliveira.

No último sábado (11), os participantes tiveram aula prática em um packing house com a representante do Departamento Americano de Agricultura (USDA/APHIS), do México, Guardalupe Siller, sobre tratamentos quarentenários para exportação de frutas frescas e tratamento hidrotérmico de mangas para os Estados Unidos.

Entre as atividades que serão realizadas até o fim do curso, na próxima quinta-feira (16), está uma visita técnica à Moscamed, onde os profissionais conhecerão o funcionamento da criação massal de moscas-das-frutas, a Técnica do Inseto Estéril e como é realizado o monitoramento, utilizado para determinar os níveis populacionais dos insetos nas lavouras. Farão testes de oviposição e acasalamento em gaiola de campo, e observarão os níveis de infestação, de ovos, de larvas e pupas em frutos coletados nos pomares.

Os profissionais farão também uma visita técnica ao Distrito Irrigado Mandacaru, a uma barreira fitossanitária, ambas em Juazeiro, e a uma vinícola no município de Casa Nova, na Bahia. Durante o evento são ministradas também aulas teóricas, realizadas na Universidade Federal do Vale do São Francisco, e são aplicadas avaliações para verificar o conhecimento prévio dos participantes.

O Curso é reconhecido por sua excelênca, pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e é ministrado por instrutores brasileiros e estrangeiros –México, Argentina e Portugal- reconhecidos mundialmente. Esta capacitação ocorre somente em duas cidades no mundo, uma em Tapachula, no México e a outra aqui em Juazeiro.

Previous post

MOVIMENTOS E ORGANIZAÇÕES SOCIAIS ASSINAM MANIFESTO PERNAMBUCO COM DILMA

Next post

PREFEITO ISAAC CARVALHO PARTICIPA DA 2ª MISSA DO VAQUEIRO DA FAZENDA GAVIÕES - SALITRE

thiago

thiago

No Comment

Leave a reply