Ação SocialEducação

Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Univasf realiza live com Secretário Nacional de Justiça

A série de lives Protagonistas, produzida pelo Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), promoverá mais uma edição nesta sexta-feira (16), com a presença do secretário Nacional de Justiça, Cláudio de Castro Panoeiro. Com o tema “Uma Vida… Uma Trajetória… Uma História!”, a live abordará a experiência de vida do secretário, que é cego e, entre outros feitos, no início do ano, defendeu tese de doutorado na Universidade de Salamanca (Usal), na Espanha. A transmissão será realizada a partir das 18h, no canal do NAI no YouTube.

Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Cláudio de Castro Panoeiro tem mestrado e doutorado, ambos pela Usal. Em janeiro deste ano, ele defendeu sua tese de doutorado em “Estado de Direito e Governança global”. O trabalho se intitula “Transparência e Integridade em grandes eventos esportivos. Lições aprendidas nos Jogos Olímpicos 2016”. Advogado da União na Procuradoria Regional da União da 2ª Região desde 2005, Panoeiro atuou como coordenador do Grupo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa na Procuradoria Regional da União – PRU2, no período de 2008 a 2011.

Ele nasceu com uma doença autoimune e degenerativa da retina, chamada retinose pigmentar, que começou a se manifestar aos 2 anos de idade e, aos 17 anos, Panoeiro já não enxergava mais. O secretário disse estar feliz por compartilhar sua experiência com o público presente na live. “Será um grande orgulho para mim desfrutar de algumas horas com o público, apresentando minha história de vida, meus desafios, minhas conquistas e derrotas ao longo dos meus 47 anos de vida”, afirmou.

“A trajetória de vida de Dr. Cláudio Panoeiro tem muito a nos ensinar. Não pelo fato de ser pessoa com deficiência, mas por ter vencido uma sociedade excludente e despreparada para sua realidade. Afinal toda pessoa com deficiência pode chegar onde quiser”, destaca a coordenadora do NAI, Karla Daniele Maciel Luz.

Protagonistas – Esta série de lives visa proporcionar um espaço de discussão no qual as pessoas com deficiência são as protagonistas e falam sobre suas vivências e experiências de vida. Já foram abordados diversos assuntos, entre os quais sexualidade, racismo e os desafios da educação de filhos surdos. Todas as lives são traduzidas para Língua Brasileira de Sinais (Libras) e estão disponíveis no canal do NAI no YouTube.

Previous post

Estudo: pessoas com tipo sanguíneo O teriam menor chance de desenvolver Covid-19

Next post

Terminam nesta sexta-feira inscrições para o Programa de Educação em Oncologia Pediátrica do Centro Infantil Boldrini

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.