Política

Pastor Malafaia confessa ser mentiroso e se retrata de notícia falsa contra Dilma: ‘Adélio nunca foi assessor de Dilma’

Em vídeo publicado no Twitter neste sábado (9), o pastor Silas Malafaia reconheceu que propagou notícia falsa ao afirmar na mesma rede social, durante a campanha de 2018, que Adélio Bispo era militante do PT e assessor de campanha da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado por Minas Gerais.

Silas Malafaia

@PastorMalafaia

Adélio nunca foi militante do PT nem assessorou Dilma em sua campanha.

Vídeo incorporado

Em resposta a Malafaia, a campanha de Dilma, à época, informou que iria processar o pastor por injúria, calúnia e difamação. Adélio Bispo foi preso após atingir o então candidato à presidêncida da República, Jair Bolsonaro, a facadas em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Adélio nunca foi filiado ao PT e, segundo inquérito concluído da Polícia Federal, agiu sozinho alegando “ordem de Deus” no atentado a Bolsonaro.

Previous post

Segunda fase do Interdistrital começa neste domingo (10) com dois jogos

Next post

'Eu não dei carona', diz Luciano Huck em referência a avião usado por Lula

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.