Educação

Saiba prazos de inscrição e datas de aplicação do Enem 2020 nos formatos impresso e digital

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, nesta terça-feira (31), os editais das versões impressa e digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Os exames impressos serão aplicados nos dias 1º e 8 de novembro. Já as provas digitais ocorrerão nos dias 11 e 18 de outubro.

No primeiro dia de provas, serão aplicados os exames de Linguagens, Ciências Humanas e a redação, em um prazo de 5 horas e 30 minutos de duração.

No segundo dia das provas, haverá a realização das provas de Matemática e Ciências da Natureza, com duração de 5 horas.

Os dois dias de aplicação do Enem têm abertura dos portões às 12h e fechamento às 13h. A aplicação das provas tem início às 13h30, no horário de Brasília, tanto no formato impresso quanto no digital (veja detalhes sobre o Enem Digital mais abaixo).

Inscrições

O período de inscrição para o Enem 2020, para as modalidades impressa e digital, será de 11 a 22 de maio, via internet. O acesso pode ser feito por meio da Página do Participante ou do Aplicativo Enem.

O participante que optar por fazer o Enem 2020 impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção.

Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

Neste ano, será obrigatória a inclusão de foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova.

Taxa de inscrição e isenção

O valor da taxa de inscrição permaneceu o mesmo da edição de 2019: R$ 85, que deverá ser pago até 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), tanto para edição impressa como para quem optar pela versão digital.

Entre 6 e 17 de abril, as pessoas que têm direito poderão fazer a solicitação de isenção da taxa.

Os participantes que solicitaram isenção em 2019, não realizaram os dois dias de prova e querem solicitar nova isenção para 2020 devem fazer a justificativa de ausência na Página do Participante.

Critérios para pedir a isenção da taxa de inscrição

-Participante que está cursando a última série do Ensino Médio, em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;

-Quem cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, além de ter renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio;

-Candidato em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda, devendo informar o Número de Identificação Social (NIS), único e válido, além de ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O resultado dos pedidos de isenção deve ser divulgado em 24 de abril. Posteriormente, será aberto prazo para apresentação de recursos, entre 27 de abril e 1º de maio, e os resultados finais estarão disponíveis em 7 de maio. As regras valem para as versões impressa e digital.

A aprovação da justificativa de ausência no Enem 2019 e da solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2020 não significa que a inscrição foi realizada. Mesmo assim, os participantes deverão acessar o Sistema Enem e se inscrever para esta edição do exame.

Enem Digital

Em Pernambuco, haverá aplicação da prova digital somente no Recife e apenas 840 pessoas poderão fazer a modalidade digital. Segundo o Inep, os primeiros que optarem pela modalidade garantem a inscrição.

As provas digitais acontecem em outubro, nos dias 11 e 18. Apenas a redação será realizada de forma física.

O processo de inscrição é feito também via internet, com os mesmos prazos da versão impressa, inclusive para solicitações de isenção e pagamentos de taxa.

No Brasil, ao todo, serão disponibilizadas 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optarem pela edição digital.

Enem totalmente digital em 2026

A implantação do Enem Digital terá início neste ano e será feita de forma progressiva, segundo o Inep. Na fase inicial em 2020, até 100 mil pessoas poderão fazer a prova no novo modelo.

A previsão é que a consolidação deste modelo seja feita até o ano de 2026. A organização diz que a estrutura do exame será igual à da versão impressa.

Por se tratar de uma fase de testes na implantação do novo modelo, neste primeiro ano o Enem Digital não estará disponível para “treineiros” (pessoas que não concluíram o ensino médio, mas optam por fazer as provas) e nem para quem necessita de atendimento especializado, como gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar.

O participante deverá comparecer ao local de prova determinado pelo Inep, para realizar o Exame. Não será possível fazer a prova em um computador particular.

Acessibilidade

Segundo a organização da prova, o Enem garantirá atendimento especializado aos participantes que necessitarem.

Os atendimentos específicos (gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar) foram incluídos na denominação “especializado”. As solicitações para esses atendimentos deverão ser feitas entre 11 e 22 de maio, no Sistema Enem.

Os resultados serão divulgados em 29 de maio. Para os pedidos que forem negados, está prevista uma fase para apresentação de recursos. O resultado final estará disponível no dia 10 de junho.

Nome social

Os pedidos de tratamento por nome social serão feitos entre 25 e 29 de maio pelo mesmo sistema, com previsão de divulgação dos resultados em 5 de junho. O período para apresentação de recursos será entre 8 e 12 de junho e a disponibilização dos resultados finais em 18 de junho.

Clique aqui e veja a íntegra do edital do Enem 2020 da versão impressa

Clique aqui e veja a íntegra do edital do Enem 2020 da versão digital

Blogdejamildo

Previous post

O CPRN DISTRIBUI DETECTORES DE METAIS PARA UNIDADES OPERACIONAIS DA REGIÃO NORTE

Next post

Parceria Prefeitura/UNIVASF vai transformar álcool 99,5º em álcool 70%

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.