Artigo

Violência Contra Idoso

De acordo com um levantamento feito pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, no ano passado, o Disque 100 registrou um aumento de 13% no número de denúncias sobre violência contra idosos, em relação a 2017. anterior. O Disque 100 recebeu 37.454 notificações, destas 85,6% são de agressões cometidas nas residências das vítimas, 52,9 são agressões cometidas por filhos e 7,8 por netos.

O levantamento indica que as mulheres idosas sofrem mais. Elas sofrem 62,6% das agressões registradas e eles são 32,2%. Em 5,1% dos registros o gênero da vítima não foi informado. Já a faixa etária são de idosos entre 76 e 80 anos (18,3%) e entre 66 e 70 anos (16,2%).

Mas crime contra os idosos não é somente violência física. Também caracteriza crime qualquer prática realizada por familiares ou terceiros que visa se apropriar ilicitamente do patrimônio, salários ou rendimentos de uma pessoa idosa. A negligência, o abandono, a discriminação, isolamento social ou menosprezo, palavras que os atingem psicologicamente e violência sexual também são crimes.

Para falar sobre os direitos das pessoas idosas, a Six Bureau de Comunicação indica o Dr. Arthur Dias da Silva, advogado do Escritório de Advocacia Dias da Silva.

Mais informações ou entrevistas, por favor, entre em contato.

 

Adriana Vasconcellos Soares

Six Bureau de Comunicação

Previous post

Idosos dos Centros de Convivência de Petrolina levaram apresentação especial para pacientes do Dom Thomáz

Next post

Em sorteio, CBF define confrontos da primeira fase da Copa do Brasil 2020: confira todos os duelos

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.