Política

ALICE PORTUGAL DIZ QUE MINISTRO DA EDUCAÇÃO DE BOLSONARO É ‘CENSOR’ E ‘LEVIANO’

A deputada baiana Alice Portugal (PCdoB) criticou o episódio em que o Ministério da Educação (MEC) liga o jornalista Ancelmo Goes de O Globo de ser ligado a KGB, agência de espionagem da antiga União Soviética (URSS). 

Goes provou que, pelo menos até o dia 02 de janeiro de 2019, o site da TV Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) mantinha no ar vídeos sobre Marx e Nietzsche, mas retirou o conteúdo do ar na chegada da nova gestão do MEC. 

“Primeiro há que se registrar que trata-se de uma inaceitável censura a retirada de vídeos da TV INES relacionados com pensadores históricos que não são da simpatia do atual governo”, pontuou Alice. 

“Depois e mais grave, há o fato do ministro da Educação tentar esconder a censura praticada sob sua alçada e jogar o absurdo ato nas costas do governo de Michel Temer (MDB). Temos aí um ministro que, além de censor, é um leviano que não assume seus atos discricionários à frente do MEC”, completou a deputada baiana. 

Para ela, esse tipo de episódio, somado às declarações do ministro Ricardo Vélez de que a universidade brasileira não pode ser para todos e sim para uma elite pensante, deixariam cada vez mais evidente o despreparo do teólogo para assumir o cargo de ministro da Educação

Previous post

COLOMBIANO, MINISTRO DA EDUCAÇÃO DE BOLSONARO DIZ QUE BRASILEIROS SÃO LADRÕES

Next post

VALE AGORA ADOTA ESTRATÉGIA DE SUA ‘VITIMIZAÇÃO’ PARA TENTAR FUGIR DA CULPA

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.