Saúde

Câncer de próstata atinge um a cada seis homens no Brasil, afirma Inca

A cada seis homens, um sofre com diagnóstico de câncer de próstata no Brasil. Essa é a segunda principal causa de morte por câncer de pessoas do sexo masculino, com o registro de cerca de 14 mil óbitos por ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Ainda assim, a entidade ressalta que metade dos brasileiros nunca foi a um urologista. Em entrevista à Agência Brasil, o médico urologista do Hospital do Homem, Felipe Costa, explica o motivo.

“Infelizmente ainda há muito bloqueio por parte do público masculino em relação ao exame do toque retal. Felizmente, isso tem melhorado um pouco ao longo dos anos. Associado a esse tabu, de ser um exame um pouco mais evasivo, de mexer com a parte da sexualidade masculina, o homem acaba ficando com um pouco mais de receio de ir ao médico”, destaca o profissional.

Isso preocupa porque, assim como a pressão alta e o diabetes, o câncer de próstata é uma doença silenciosa. Sendo assim, a única forma de se precaver é consultando um médico. Homens a partir dos 50 anos são recomendados a realizar o exame anualmente.

De acordo com o médico, no caso de grupos com fator de risco para a doença, como é o caso dos negros e indivíduos que têm histórico familiar da enfermidade, devem se consultar regularmente a partir dos 40 anos.

BN

Previous post

Diminui o volume útil da barragem de Sobradinho

Next post

Começou o período de defeso de oito espécies de peixes amazônicos

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.