Política

CULTURA BRASILEIRA JOGADA NA LAMA: Presidente da Biblioteca Nacional associa Caetano Veloso ao analfabetismo

247 – O novo presidente da Biblioteca Nacional, Rafael Nogueira, escolhido nesta segunda-feira (2) pelo governo de Jair Bolsonaro e seguidor de Olavo de Carvalho, parece não ser muito simpático ao universo da cultura e literatura. Em 2017, por exemplo, Rafael associou Caetano Veloso, Legião Urbana e Gabriel O Pensador ao analfabetismo. “Livros didáticos estão cheios de músicas de Caetano Veloso, Gabriel O Pensador, Legião Urbana. Depois não sabem por que está todo mundo analfabeto”.

Rafael NogueiraRafael NogueiraEm pesquisa em sua conta do Twitter, raros são comentários sobre livros. Em 2011, Rafael Nogueira postou: “cadê nossa literatura? Quem é o herdeiro atual de Machado de Assis? Cadê a nossa filosofia? Espero que o legado de Olavo de Carvalho resolva…”

Em 2010, outro comentário avesso ao mundo cultural foi jogado nas redes por Nogueira. ” A justificação dos crimes alheios pela pobreza, constante em nossa literatura e cinema, é uma mentira insultuosa aos pobres honrados”.

Rafael Nogueira está agora à frente da Biblioteca Nacional, com um acervo de obras da época da chegada da família real ao Brasil, em 1808, até livros mais atuais.

Previous post

Governo Federal revoga licitação da Transposição do Rio São Francisco

Next post

Proposta que reestrutura carreira e Previdência de militares pode ser votada hoje (03)

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.