Confraternizações

No dia de sua emancipação de 143 anos, Juazeiro foi acordada ao som festivo da Orquestra Sapupara e do espocar de fogos de artifícios

O juazeirense acordou nesta quinta-feira (15), com uma alvorada para comemorar os 143 anos do município. Antes do sol raiar, às 5h, a Orquestra Sapupara, em cima de um mini trio, partiu do Marco Zero de Juazeiro, no bairro São Geraldo, e passou por diversas ruas da cidade.

O superintendente de Cultura e Turismo, Junior Mota, ressaltou que a iniciativa foi pensada para reforçar o espírito de pertencimento do juazeirense. “Hoje é um dia para celebrar Juazeiro, comemorar esse novo tempo que a gestão Suzana Ramos e Leonardo Bandeira está trazendo e lembrar ao juazeirense que a pandemia vai passar e precisamos nos manter unidos. A alvorada é isso. Um símbolo do amanhecer, do renovar e recomeçar”, disse Junior Mota, enfatizando o empenho do secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Sérgio Fernandes, para o fortalecimento da cultura no município.

Emocionada, a aposentada Tânia Ferreira falou sobre a alegria de ver a alvorada passar pela sua porta. “Para mim esse é um gesto de muita esperança. Porque estamos vivendo um momento muito difícil e acordar com toda essa alegria nos reforça a nossa fé, que tudo isso vai passar”, frisou a moradora do bairro São Geraldo.

 

Texto: Eneida Trindade – Assessora de Imprensa da Seculte

Previous post

Petrolina realiza práticas integrativas com os profissionais de saúde do NASF

Next post

Codevasf autoriza investimentos de R$ 3,8 milhões em obras de infraestrutura no Norte da Bahia

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.