Educação

Petrolina segue avançando em reformas e manutenção de escolas da rede municipal de ensino

As aulas na Rede Municipal de Petrolina continuam remotas devido à pandemia da Covid-19, mas o trabalho da Prefeitura para melhoria e ampliação de escolas continua firme e não para. O prefeito Miguel Coelho trabalha junto com a Secretaria de Educação do município para entender as necessidades dos estudantes, que encontrarão uma estrutura física ainda melhor quando puderem retornar às aulas presenciais.

Ao longo da próxima semana, deverá ser divulgado um calendário de retorno gradual às aulas presenciais. “Nosso foco é a acessibilidade e a integração dentro das escolas. É preciso ter uma visão ampla dos espaços para uma melhor convivência entre os alunos e professores dentro da unidade de ensino”, afirma o secretário de Educação de Petrolina, Plínio Amorim, que tem realizado visitas técnicas nas escolas com a equipe de obras e engenharia para ver, in loco, o que cada unidade de ensino precisa.

A escola Professor Anézio Leão, na Vila Eduardo, é um das unidades que passou por um processo de reforma e ampliação durante um ano, com a construção de três salas e pintura geral do prédio. A conclusão aconteceu nesta sexta-feira (11). O objetivo foi deixar tudo “nos trinques” e pronto para os alunos.

“Existem unidades que precisam de mais salas de aula, ou a modificação de estruturas que permitem uma maior circulação entre os espaços, mais áreas de lazer e convivência e até mesmo manutenção como pintura, troca de portas e fiação elétrica”, explica o engenheiro Kepler Kaiser, diretor de obras da Secretaria de Educação.

Em obras e manutenção

Atualmente, a Prefeitura de Petrolina está realizando reformas em quatro unidades escolares. São elas: Escola Rubem Amorim Araújo (Vila das Imbiras); Escola Professor Walter Gil (Mandacaru); Escola Eduardo Souza (Povoado de Uruás); e Escola Doutor José Araújo (Povoado de Rio Jardim).

Já as escolas que passam por manutenção são: Escola Santo Antônio (Ilha de Massangano); Escola Luiza de Castro (João de Deus); Escola Professora Bárbara Maria Ribeiro Neta Santana (Cohab Massangano); e Escola Monsenhor Bernardino (Vila Eulália).

O investimento total é de R$ 4 milhões em reformas e R$ 4,3 milhões em serviços de manutenção.

Fotos: Jonas Santos

Texto: Priscila Miranda – Assessora de Comunicação

Previous post

Bolsonaro decreta luto pela morte de Marco Maciel

Next post

SANTO ANTÔNIO: UM LEGADO QUE VAI ALÉM DE SER O “SANTO CASAMENTEIRO” DA DEVOÇÃO POPULAR

farnesio

farnesio

Petrolinense/Juazeirense de Arapiraca-Alagoas, é radialista com passagens pelas Rádios Jornal do Comércio de Garanhuns e Petrolina, Novo Nordeste de Arapiraca, Emissora Rural, Grande Rio AM e FM de Petrolina, Radio Cidade, Nova Indy e atualmente é âncora do Programa Bastidores da Notícia na Rádio Tropical SAT/FM de Juazeiro e editor do BlogQSP.